Tarântula.
Num suspiro, transpiro o suor da tensão do pensamento afastado
Da boca que encontra a outras tão somente por descuido próprio e motivado
D’uma alma que só buscava o caminho tranquilo e deparou-se com a falta de afago
A atarantar-se nas escolhas ainda tão distantes de seu momento decisivo
Afastou-se do tempo presente por encontrá-lo em constante inquietude e sede de direção
Perdoe-me o tempo, perdoe-me a razão,
Deixo o recente a ser acariciado por outras mãos.

Tarântula.

Num suspiro, transpiro o suor da tensão do pensamento afastado

Da boca que encontra a outras tão somente por descuido próprio e motivado

D’uma alma que só buscava o caminho tranquilo e deparou-se com a falta de afago

A atarantar-se nas escolhas ainda tão distantes de seu momento decisivo

Afastou-se do tempo presente por encontrá-lo em constante inquietude e sede de direção

Perdoe-me o tempo, perdoe-me a razão,

Deixo o recente a ser acariciado por outras mãos.


4 notes
tagged as: amor. aracnofobia. aracnídeo. aracnídeos. aranha. boca. brasil. escolha. escolhas. meu. mão. mãos. photo. photography. português. razão. spider. suor. suspiro. tarântula. teia. tempo. tensão. texto.

  1. mmwalkers reblogged this from ruidoacustico
  2. thatsabsurd reblogged this from ruidoacustico
  3. ruidoacustico posted this